top of page
  • Foto do escritorIngresso Pop

Clarissa em entrevista exclusiva para o Ingresso Pop

A carioca Clarissa ganhou os holofotes ao estrear ao lado do duo AnaVitória no filme “Ana & Vitória” (2018). Desde então, a cantora vem conquistando o público nacional com suas músicas que já até viraram febre no TikTok. O single "nada contra (ciúme)" foi Top 1 no TikTok e Top 100 Brasil em todas as plataformas.


Indicada ao Grammy Latino, em 2022, como artista revelação, a cantora tem se destacado cada vez mais com suas composições precisas e sua voz tranquila. Lançado recentemente, seu segundo álbum é chamado "AGRIDOCE", que chega mudando os rumos da carreira da artista, que no álbum anterior focou no pop-rock. Clarissa também atua e compõe suas canções,"É a parte que eu mais gosto e o que mais considero em uma música. Se a letra é ruim, a música não tem como ser boa, na minha opinião. A palavra é a nossa arma mais forte pra se conectar e comunicar com outras pessoas."


Capa do álbum "AGRIDOCE", da cantora Clarissa.
Capa de AGRIDOCE.

"AGRIDOCE" é um álbum coeso que chega muito bem encaixado. Dividido em duas partes, a cantora conta que "faz sentido por ser uma história com início, meio e fim."


O disco chega após muitas reflexões e questionamentos de ideias sobre si mesma. Desenvolvido de forma orgânica, a obra é como um quebra cabeças. "É uma história, ela está bem desenhadinha ali, com todos os conflitos e nuances que o amor tem", conta ela.


A cantora carioca Clarissa.
Clarissa concede entrevista exclusiva para o Ingresso Pop.

O start para o projeto, no entanto, foi seu último relacionamento. "Foi a primeira vez que realmente me vi por muitos anos com alguém, construindo uma família, coisas assim. Entretanto, vivemos momentos muito conturbados nas nossas próprias vidas individuais e isso acabou corroendo a relação. É muito sobre o que foi e o que poderia ter sido.", diz Clarissa.


Em "Botas de Cowboy", Clarissa canta "20 e poucos anos e já é tarde demais", quando perguntada sobre esse trecho, a cantora confessa que se sente um pouco ansiosa com relação ao futuro. "Costumo dizer que vivo uma espécie de crise da meia idade agora com 25 anos. É uma indústria cruel pra mulheres, somos muito cobradas e parece que já chegamos com uma data de validade um tanto quanto precoce."

"“First Impressions Of Earth”, dos Strokes, é o álbum para me conhecer melhor." , responde a artista em alusão ao verso "Pega a minha mão e mostra um álbum pra eu te conhecer melhor", da faixa que dá nome ao CD. Clarissa, com certeza, é um nome para se gravar e prestar atenção, a qualidade de seu trabalho é impecável! Estamos mais que ansiosas para a parte 2 de AGRIDOCE, que inclusive, você já pode fazer o pré-save aqui.

79 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page