top of page
  • tailima13

Habla, Taylor! Saiu a Taylor's Version do Speak Now


O “Speak Now” é o terceiro álbum da carreira de Taylor Swift e foi lançado em 2010, com composições de quando a cantora tinha entre 18 e 20 anos. Exatos 13 anos depois, podemos ouvir novamente os maiores sucessos dessa era, com a voz mais madura da artista.


Com velhas conhecidas como “Back to December” e “Sparks Fly”, o relançamento conta com incríveis 22 faixas que incluem seis novas músicas direto do baú de Swift. São as músicas conhecidas como “From The Vault” e dentre elas estão as colaborações com a banda Fall Out Boy, “Electric Touch”, e “Castles Crumbling” com Hayley Williams, do Paramore.


Contracapa do album Speak Now (Taylor's Version)
Contracapa do Speak Now (Taylor's Version)

Passada mais de uma década desde o lançamento de SN, importantes mudanças aconteceram tanto no mundo quanto em Taylor. Com isso, a famosa (e polêmica) letra de "Better Than Revenge" passou por uma singela mudança. A faixa que supostamente fala sobre como o cantor Joe Jonas “largou” Tay para ficar com a atriz Camilla Belle, continha o seguinte verso: “She’s better known for the things that she does on the mattress” (“Ela é mais conhecida pelas coisas que faz no colchão”). E agora, ficou exatamente assim: “He was a moth to the flame, she was holding the matches” (“Ele era uma mariposa guiada pela chama, ela estava segurando os fósforos”).


E as polêmicas que envolvem o álbum não param por aí! Recentemente em um dos shows da “The Eras Tour”, antes de cantar “Dear John”, a segunda música surpresa da noite, a loirinha pediu para que os fãs não atacassem online o cantor John Mayer, suposto personagem principal da canção. “Não estou lançando esse álbum para que vocês achem que precisam me defender na internet de alguém que acham que escrevi a música sobre há 14 bilhões de anos.", disse Swift.


Taylor’s Version

A antiga gravadora da artista, Big Machine Records, detém os direitos dos seis primeiros álbuns de estúdio. Após o fim de seu contrato, Taylor propôs comprar seu trabalho e ter total controle sobre ele, porém a BMR recusou o pedido e ainda os vendeu para Scooter Braun, administrador de Ariana Grande e Justin Bieber. Em 2019, após ser impedida de apresentar seus grandes sucessos na premiação American Music Awards, Taylor decidiu regravar seus álbuns e ganhar de volta os direitos sobre sua arte.


Em novembro deste ano, a “The Eras Tour” aterrissa no Brasil com seis shows. Três no Rio de Janeiro e três em São Paulo, todos esgotados em menos de duas horas. E você, o que achou do mais novo relançamento da loirinha? Por aqui choramos muito com “Sparks Fly” e “Long Live”.


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page