top of page
  • tailima13

O poder de tocar do McFly

Na última sexta-feira (09), a banda britânica McFly lançou seu sétimo álbum de estúdio, “Power to Play”. A música que abre o CD já traz a pergunta “Where did all the guitars go?” (traduzindo: para onde foram todas as guitarras?) e a resposta está ao longo das 11 canções: foram todas para o PWP. A faixa é o lead single da nova era e não poderia representar melhor o que o quarteto buscou trazer com o mais recente som.


Completamente inspirado no rock dos anos 80, as influências pessoais do grupo ficam bem nítidas. Van Halen, Weezer, Def Leppard, Rush estão entre as bandas citadas por Tom Fletcher e Dougie Poynter em recente entrevista, mas só de ouvir uma vez o álbum completo, você já tem essa noção. Com instrumentais impecáveis e composições primorosas, a dupla ainda contou que escolheu o nome do CD enquanto estava em turnê pelo Brasil, em maio do ano passado.



capa do álbum Power to Play
Capa do Power to Play.

Apesar de Tom e Danny Jones sempre dividirem os vocais ao longo dos 20 anos de banda, nesse CD, Jones precisou assumir essa tarefa quase que sozinho. Isso porque Fletcher teve alguns problemas na garganta durante o processo de gravação do álbum. Mas, para alegria das fãs, em algumas canções quem toma a frente nos vocais é o baixista Dougie, como na maravilhosa e honesta quinta faixa, “I’m fine”.


Recentemente, a banda lançou o videoclipe da sétima canção do álbum, “Honey I’m Home”, que conta com filmagens da tour pelo Brasil e ainda sensíveis shots em preto e branco do grupo. Se você ainda não ouviu o “Power to Play”, se dê esse poder agora mesmo de colocar para tocar um dos melhores álbuns de 2023.

14 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 comentário


ilimabelle
15 de jun. de 2023

Amo q amo! Tô pra escutar esse álbum 🤞🏼

Curtir
bottom of page